Vinho e chocolate: saiba como fazer as melhores harmonizações!

Brought to you by
  • Chocolate Academy

O mundo dos vinhos é cheio de nuances e complexidades. Não apenas na forma como as bebidas são preparadas e em sua variedade, mas também em como são combinadas e harmonizadas com os alimentos. A combinação de vinho e chocolate, por exemplo, pode ser muito saborosa se você souber quais tipos combinar.

Várias pessoas dedicam bastante tempo a estudar o sabor dos chocolates e vinhos para entender quais deles combinam melhor uns com os outros. Se você é amante desses dois ingredientes, é interessante entender um pouco mais sobre as particularidades de cada um antes de se servir uma taça às visitas ou aos clientes.

Acompanhe e entenda melhor o que é harmonização de vinho e chocolate, como ela é feita e algumas combinações que você deve tentar.

vinho-e-chocolates

O que é harmonização?

É a prática de combinar o sabor da bebida com o do alimento que a acompanha. A ideia é permitir que os sabores do vinho e dos ingredientes sejam complementares entre si, sem que um ofusque o outro. Dessa forma, você aproveita a refeição por completo, com uma boa degustação.

Isso também pode ser feito entre o vinho e o chocolate. Mesmo que seja um doce com muito açúcar e gorduras, o que normalmente não combina tanto com bebidas adocicadas, o chocolate pode vir em sabores e formas tão variados quanto o próprio vinho. Sendo assim, sempre há alguma combinação que ajuda a extrair os melhores palatos dos dois.

O que considerar ao harmonizar vinho e chocolate?

Leva tempo para aprender todos os detalhes envolvidos na harmonização entre o chocolate e o vinho. Porém, existem alguns pontos que você pode começar a levar em conta desde já. Veja quais são a seguir.

1. Tipo de chocolate

O primeiro passo é ter atenção ao tipo de chocolate: se ele é ao leite, amargo, com recheio de frutas, castanhas ou chocolate branco. A origem do ingrediente também é de grande relevância, já que cada país tem uma quantidade diferente de teor de cacau, como os chocolates belgas, alemães ou suíços.

3. Doçura do vinho

Assim como o chocolate, o vinho também pode ter um nível de doçura, dependendo do preparo e de quanto açúcar foi preservado no processo. O resultado é um sabor mais doce e intenso, que combina com alguns tipos de guloseimas e sobremesas.

Uma prática comum é buscar os vinhos que vieram de colheitas tardias. Nesses casos, as uvas começam a desidratar ainda no pé, deixando o açúcar nelas mais concentrado. O resultado é um vinho com sabor bem doce.

2. Teor de cacau

A proporção de cacau e açúcar no chocolate é um dos principais fatores que determinam seu sabor. Quanto mais alto o teor de cacau, mais amargo fica o chocolate. Sendo assim, é também um ponto muito importante a ser considerado antes de escolher o tipo de vinho.

Você encontrará algo que combina com todo tipo de chocolate, incluindo os mais doces e até chocolate branco. É só uma questão de conhecer os tipos.

4. Ingredientes complementares do chocolate

Muitas receitas de bombons e chocolates incluem outros ingredientes complementares, como castanhas, nozes, frutas e glacê. Esse é um dos fatores que tornam o chocolate um ingrediente tão versátil e amado no mundo todo, mas também complica um pouco quando chega o momento de harmonizar vinho e chocolate.

Esses complementos modificam o sabor, adicionando um pouco mais de amargo, azedo ou mesmo um tipo diferente de doce. Tudo isso afeta a interação entre os sabores e sua apreciação.

chocolate-branco-w2

Quais são as melhores combinações de chocolate e vinho?

Certamente, não faltam opções para combinar seus doces de chocolate e vinhos. Mesmo que você não seja um especialista, ainda existem algumas combinações que garantem a maior apreciação de todos os sabores. Veja aqui algumas de nossas sugestões.

Chocolate branco e vinhos doces

O chocolate branco é aquele feito com manteiga de cacau, em vez da massa. Se você ama esse tipo e quer aproveitá-lo com o vinho, recomendamos as opções doces, como branco ou tinto.

Chocolate e vinho doce harmonizam porque existe um equilíbrio entre os níveis de doçura, o que contribui bastante com uma apreciação completa. Aqueles com acidez média ou alta, além de textura mais cremosa e amanteigada, são indicados para também limpar o sabor do chocolate e igualar seu peso.

chocolate-ao-leite-823-callebaut

Chocolate ao leite e vinhos espumantes

Chocolate ao leite tem uma porcentagem relativamente baixa de cacau, compensando com o leite e açúcar, trazendo mais concentração de gordura. Tudo isso deixa o sabor pesado, o que dificulta bastante encontrar o vinho certo para combinar.

Os espumantes moscatel podem ser uma boa escolha para complementar esse sabor. O indicado é encontrar aqueles com baixo teor alcoólico, para não criar muito conflito. Ainda assim, é melhor testar seus vinhos favoritos e encontrar aqueles que seu paladar mais gosta. Não há uma resposta única para combinar vinho e chocolate ao leite.

chocolate-amargo-811-callebaut

Chocolate amargo e vinhos tintos

Quando alguém está começando a experimentar a harmonização entre chocolate e vinhos, o recomendado é iniciar pelos chocolates meio amargos ou amargos, que tenham entre 50% e 70% de cacau. Isso porque o baixo teor de açúcar e gordura facilita a combinação com o sabor e a acidez de mais tipos de vinho.

O ideal é buscar um vinho tinto bem encorpado. É mais fácil enfatizar seu sabor, seja pela similaridade com o chocolate ou pelo contraste. Para similaridade, busque os vinhos secos. Para contraste, opte pelos licorosos.

chocolate-nozes

Chocolate com castanhas ou frutas e vinho licoroso

Como esse tipo de doce é feito usando um chocolate mais amargo, o sabor mesmo estará nas frutas e castanhas usadas como complemento. Se o vinho cairia bem com algumas das frutas usadas na receita, então provavelmente combina ao sabor do chocolate.

Uma escolha geral são os vinhos licorosos, que caem bem com muitas frutas. Para um chocolate com laranja, por exemplo, o vinho escolhido deve ter notas de laranja na composição. E se o teor de cacau do chocolate usado for mais baixo, lembre-se de procurar uma bebida com grau de doçura equiparado, para manter a harmonia.

Combinar vinho e chocolate exige um pouco de conhecimento e prática, mas traz uma complexidade de sabores que muitos nem imaginam. Seja para servir em casa, seja para preparar uma experiência nova de sobremesa em ocasiões especiais, é interessante aprender essa técnica.

Quer mais um incentivo para dar o próximo passo? Então confira nosso Hub de recursos para artesãos e confeiteiros e encontre a sua inspiração!